Uma das sagas de jogos mais aclamadas da história está para chegar em dispositivos móveis: Diablo Immortal é um novo jogo da franquia criada pela Blizzard que chega para Android e iOS. Um marco para o mundo móvel que vê como começa a se tornar padrão que todas as franquias mais importantes dos jogos acabem tendo representação no meio. E não é só uma representação qualquer, mas sim títulos de qualidade e com valores de produção altíssimos.

Diablo Immortal

A recente Blizzcon de 2018 foi o cenário onde pudemos conhecer o novo Diablo. Entre os anúncios e surpresas habituais da festa anual da Blizzard, Diablo Immortal foi descoberto como um dos principais momentos do evento. Um novo jogo da saga Diablo criado em parceria com a NetEase que se situa entre o excelente Diablo II: Lord of Destruction e sua sequência direta, Diablo III. A Blizzard tirou da manga um novo tenente de Diablo chamado Skarn que deseja, uma vez mais, ressuscitar o senhor das trevas. Nada que não tenhamos visto antes, embora agora vamos poder desfrutar em dispositivos móveis.

O sistema de controle é similar ao dos MOBAs atuais para Android: nos moveremos com um joystick invisível situado na parte esquerda e utilizaremos nossos ataques e habilidades especiais tocando os botões pertinentes. A semelhança com os MOBA e MMORPGs de referência é notável no sistema de habilidades, posto que teremos que deslizar na direção que desejarmos e teremos que esperar um tempo para poder utilizar de novo. Kotaku aponta este dado ao não existir o tradicional sistema de mana que sempre esteve presente em Diablo.

Diablo Immortal

É lógico que os controles tiveram que ser simplificados, já que não ter como uma tela touch substituir completamente um teclado e mouse ou pad de controle. Mas Polygon aponta que a essência está sendo perdida pelo caminho. No caso, o demo de 15 minutos que os jornalistas puderam experimentar pode acabar sendo raso demais para revelar Diablo Immortal, especialmente quando ainda está em desenvolvimento.

Este anúncio causou polêmica de forma similar ao que aconteceu com Command & Conquer: Rivals. Uma boa parte dos fãs da saga da Blizzard se sentiu ofendida por este futuro lançamento para dispositivos móveis. Um feito que começa a ser habitual com a chegada de sagas consagradas ao mundo móvel. Mas não é preciso perder a esperança, posto que o exemplo de Command & Conquer é claro: pode ser que não tenha chegado a ser tudo que os fãs esperavam, mas é um título divertidíssimo e com muitíssimas possibilidades. No caso de Diablo Immortal isto pode ser mais agravante, posto que a equipe de desenvolvimento está lutando para que a experiência seja o mais fiel possível, mas sem renunciar às características do meio onde o jogo será lançado.

Diablo Immortal

Diablo Immortal nos traz um mundo persistente onde o normal será fazer equipe de jogadores do mundo todo para sairmos vitoriosos das quests. Para isso teremos seis personagens (bárbaro, cruzado, necromante, monge, caçador de demônios e arcanista) que contam com habilidades únicas. Teremos que esperar um pouco para descobrir mais sobre Diablo Immortal, mas fique atento, pois pode ser que chegue antes do que imaginamos. Leia mais sobre o jogo em sua ficha na Uptodown.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here