Não é de surpreender ninguém o fato de que Dragon Ball siga sendo uma marca tão prolífica em 2018. Com o final da etapa atual do anime levando cidades a se reunirem em praças para assistir publicamente e o anúncio de um novo filme lá pelo fim do ano, era de se esperar que os que ostentam as licenças da marca quisessem aproveitar tudo isso: Dragon Ball Legends é um novo jogo para Android e iOS que chegará neste mesmo ano focado em combates online por equipes de usuários de todo o mundo, com o aval da nova tecnologia Spanner da Google Cloud que permitirá uma velocidade de conexão muito maior do que os padrões atuais.

O que é Dragon Ball Legends

O anúncio foi realizado pela Namco Bandai na GDC, que está trabalhando em seu desenvolvimento junto com a mesmíssima Dimps, o estúdio japonês que está realizando entregas da saga para consoles há mais de uma década. Neste caso, se trata de um jogo de luta amparado em um sistema de cartas colecionáveis, onde (por sorte) controlaremos diretamente o personagem, sendo que especificaremos que ações deve realizar usando gestos. O componente estratégico não impede que o nível visual seja espetacular, e é quase possível dizer que os modelos dos personagens são reciclados da saga Xenoverse.

Outro dos grandes estímulos do jogo está na colaboração do próprio Akira Toriyama, que irá contribuir com um novo arco e novos personagens que temos quase certeza que são Saiyajins. De fato, o indivíduo com armadura azul que aparece nas imagens promocionais pode ser o mesmo que aparece no recente trailer do próximo filme. Mas além disto parece que o plantel será bem vasto, que por fim é o que nos leva a dedicar horas a este tipo de jogos, o colecionismo até enjoar. Se prestar bastante atenção no trailer alternativo, é possível ver gente como Tapion, Muten Roshi ou algum outro vilão desafortunado de GT.

O primeiro jogo que usará Google Cloud

Uma das bases chamativas do jogo é que os combates se realizarão em tempo real contra outros jogadores de todo o mundo fazendo uso do novo método de interconexão global da Google Cloud, ou mais especificamente, o sistema Google Spanner. Cuidado que agora vem as curvas: este serviço proporciona uma velocidade cinco vezes superior aos padrões utilizados na Internet mediante servidores e bancos de dados MySQL. A solução parece vir de ficção científica e resolve grande parte dos problemas de latência que assolam os velhos sistemas de armazenamento e replicação em bancos de dados.

O principal problema na hora de jogar jogos online com gente de outros pontos do globo é o tema da sincronia. Cada lugar tem sua própria faixa horária, e como é natural, quando a informação passa por centenas de máquinas físicas e interconexões, há um problema de sincronização. A Google brincou de Doctor Who tentando quase suprimir o fator tempo da equação. Para isso, utiliza receptores GPS e relógios atômicos em seus centros de dados para evitar as possíveis variações de tempo que possam ser causadas em conexões remotas. Até pouco tempo esta tecnologia era todo um mistério, mas como no fim tudo é um negócio e não uma utopia de K. Dick, a Google decidiu recentemente abrir este serviço a qualquer um que o necessite além de usar para seus próprios aplicativos.

Quando Dragon Ball Legends estará disponível?

Por hora já podemos realizar um registro prévio através do site oficial, onde podemos ver as recompensas para os early adopters que se inscrevam no iminente beta fechado do jogo. Apesar de não existir uma data oficial de lançamento, a dita fase preliminar de testes terá lugar entre os dias 21 e 26 de março.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here