Esse ano decidimos dar um passo a mais na hora de fazer retrospectiva com o melhor de 2017, e por isso selecionamos os dez jogos que consideramos imprescindíveis e que representam o melhor de seu gênero no Android. Acabam de nascer os Uptodown Game Awards e estes são nossos dez escolhidos. Ainda, em algumas semanas escolheremos os três melhores, que levarão um prêmio especial que revelaremos aos seus autores muito em breve.

Tem sido um ano decisivo em muitos aspectos para a plataforma Android. A aposta total da Nintendo pelo desenvolvimento de jogos na plataforma (Super Mario Run, Fire Emblem Heroes e Animal Crossing Pocket Camp), a chegada dos Battle Arena para dispositivos móveis arrastados pelo sucesso de PlayerUnknown’s BattleGrounds ou a consagração dos jogos da Supercell como maiores sucessos do mercado móvel são alguns dos principais feitos de 2017.

Advertisement

Mas não queremos nos centrar no evidente, e por isso selecionamos uma série de títulos que, em muitos casos, não são os que você verá nas primeiras posições nos tops de downloads. A enorme produção de títulos para Android faz que se percam grandes joias entre a multidão, e por isso é nosso dever destacar os que realmente merecem.

Melhor jogo de Sobrevivência

Last Day on Earth – Melhor jogo de sobrevivência

O jogo do estúdio Kefir! É a prova de que sempre é possível inovar as fórmulas aparentemente esgotadas para acabar criando novos padrões. Last Day on Earth não é um MMORPG qualquer, nem tampouco um jogo de construção centrado em crafting, nem sequer chamaríamos de “um jogo de zumbis”, porque isso é um tema menor. É outra coisa com identidade própria, e isso, a essa altura na plataforma que estamos tratando, já é digno de ser aplaudido.


Last Day on Earth

Em Last Day on Earth somos um dos sobreviventes de um mundo devastado por uma pandemia zumbi. Devemos recorrer a diversas localizações nos nossos arredores para coletar recursos com os quais construir um refúgio e todo tipo de artefato para nos proteger. O problema vem quando outros jogadores também disputam o território e podem chegar aos nossos próprios domínios com intenções não tão boas assim, embora isso seja precisamente o tempero do jogo.

Review na Uptodown (em inglês)

Melhor Jogo de Gestão

A Planet of Mine – Melhor jogo de gestão

Um dos principais problemas na hora de levar mecânicas próprias de jogos de estratégia de gestão para PC ao terreno móvel é a complicação de manter certa profundidade sem complicar demais a limitada interface de uma pequena tela. A Planet of Mine supera isso sem problemas, oferecendo um genial jogo de estratégia 4X que a priori parece um jogo rápido de construção. Simplificar o complicado é fruto de um design fantástico.


A Planet of Mine

No jogo teremos que fazer nossa civilização prosperar explorando os recursos naturais de um pequeno planeta dividido em pequenos segmentos. Distribuindo a mão de obra em várias tarefas e melhorando as edificações de extração acabaremos podendo ir para o espaço, onde contataremos outras civilizações e poderemos chegar a novos mundos.

Review na Uptodown (em inglês)

Melhor Jogo Competitivo

Stormbound – Melhor jogo de estratégia

O imenso sucesso de Clash Royale causou a proliferação dos jogos de estratégia baseados na aquisição de cartas colecionáveis. Dentre as centenas de títulos que copiaram fielmente essa fórmula se destaca com diferença Stormbound de Paladin Studios, embora neste caso a criação de um deck eficaz e as interações entre as diferentes unidades e efeitos fazem um papel muito mais importante do que em outros títulos de corte similar. De fato, quase poderia ser ofensivo comparar este título com a obra da Supercell. Stormbound oferece muito mais.


Stormbound

Os combates acontecem por turnos num tabuleiro retangular de 4×5 espaços onde teremos que lançar unidades e atribuir habilidades especiais com o objetivo de reduzir a vida do rival. O componente posicional e a antecipação de jogadas é fundamental, pelo que quase poderíamos considerar Stormbound um precioso jogo de cartas colecionáveis.

Review na Uptodown

Melhor Plataformer

Super Phantom Cat 2 – Melhor plataformer

Se Super Phantom Cat foi um dos melhores jogos de 2016, sua sequência fez a mesma coisa esse ano. Como é possível valorizar tão positivamente um título de plataformas 2D cujos controles só nos permitem mover horizontalmente, saltar e eventualmente realizar uma ação secundária? Pois é precisamente porque esse input é mais que suficiente para oferecer a diversão e as sensações de qualquer jogo de plataformas clássico que atualmente poderia ser considerado como um referencial dentro do gênero.


Super Phantom Cat 2

Super Phantom Cat 2 é diversão pura. Saltar entre plataformas, desviar de obstáculos e encontrar segredos ocultos são os três pilares que sustentam este jogo que poderia bem passar por algum clássico de 16 bits desses que ficam na memória coletiva. Um jogo imprescindível de 2017. E ainda tem gatos.

Review na Uptodown

Melhor Jogo de Cartas

Miracle Merchant – Melhor jogo de cartas

Arnold Rauers é um artesão dos bons no Android. Em Card Thief e Card Crawl já demonstrou suas aptidões na hora de criar jogos originais de cartas com certa profundidade, mas com mecânica acessível a todos os públicos. Miracle Merchant é o recheio do bolo desta filosofia de design, que vem temperado com uma estética embriagadora que poderia se passar por um capítulo de Hora de Aventura. E isso é falar muito.


Miracle Merchant

No jogo gerenciamos uma loja de alquimia onde teremos que preparar todo tipo de poção que nos peçam os incontáveis clientes que passam pelo estabelecimento. A forma de fazê-las é cumprindo os requisitos em forma de ingredientes a serem usados pegando cartas de diferentes decks cujos efeitos dependerão daquelas que estejam adjacentes. O equilíbrio desta mecânica é digno do melhor arquiteto lúdico, e por isso também é um dos imprescindíveis do ano.

Review na Uptodown

Jogo Mais Original

Dandy Dungeon – Jogo mais original

O fato de que estamos incluindo Dandy Dungeon como um dos 10 melhores jogos do ano demonstra que estamos tão loucos quanto seu criador Yoshiro Kimura, o incompreendido desenvolvedor que participou em outras obras igualmente originais como Little King’s Story. Neste caso, abrace o metajogo ao representar em Dandy Dungeon um programador de 36 anos que decide embarcar no desenvolvimento de seu próprio jogo enquanto lida com as desilusões da vida e seus rolos amorosos.


Dandy Dungeon

O jogo tem várias coisas além de contemplar o dia a dia na residência do pobre Yamada, já que podemos jogar o próprio jogo que está desenvolvendo num tipo de puzzle RPG que devemos superar pequenas masmorras definindo previamente a rota por onde o herói passará. Esta simples premissa dá impulso a uma infinidade de horas de jogo que por sua vez dá impulso a uma loucura atrás da outra: sem ir mais longe, após completar o jogo teremos acesso gratuito à segunda parte do mesmo, escondido dentro da primeira entrega. A loucura e genialidade seguem lado a lado.

Review na Uptodown

Melhor Mistura de Gêneros

Rogue Life – Melhor runner (e shmup?)

Mesclar gêneros para obter novas fórmulas de sucesso segue sendo uma das constantes de 2017. Rogue Life está mais próximo de ser um jogo de matar alienígenas do que um simples runner, mas é que também orbita as mecânicas próprias de um RPG. Mas e essa combinação funciona? E como!


Rogue Life

As diferentes fases a superar nos propõem controlar o movimento lateral de nossa equipe de heróis enquanto derrotamos os inimigos que aparecem e esquivamos de seus ataques e obstáculos do terreno. Então vamos à nossa base de operações trocar os tesouros obtidos por materiais com os quais elaborar um equipamento melhor para nossa equipe. E voltamos à batalha. O problema vem quando a fórmula parece não se esgotar nunca e acabamos passando meses desfrutando dela. E aí a gente continua nisso.

Review na Uptodown

Melhor Arcade

Road Warriors – Melhor arcade

Experiências rápidas e potentes é o que nos pede o corpo quando queremos jogar uma partida curta no ônibus. As corridas pós apocalípticas de Road Warriors oferecem exatamente isso: uma descarga rápida de adrenalina onde devemos chegar à meta o quanto antes enquanto corremos à toda velocidade por circuitos onde devemos nos aproveitar dos impulsionadores de turbo e acabamos com os competidores.


Road Warriors

Road Warriors nos oferece um novo circuito a cada dia gerado aleatoriamente que será comum a todos os jogadores. Dependendo de nossa perícia na hora de chegar antes dos demais à meta obteremos recursos com os quais ir melhorando as diferentes partes do carro. Os checkpoints são opcionais, mas têm um custo para preservar a marca conseguida até esse ponto. Mad Max for dummies.

Review na Uptodown

Melhor Jogo de Habilidade

Flippy Knife – Melhor jogo de habilidade

Os jogos de físicas têm um componente extra de dificuldade ao estar toda sua jogabilidade baseada na interação com elementos virtuais. E a quem não resulta perturbadoramente sugestivo cravar objetos afiados em superfícies? Flippy Knife oferece mil e uma formas de fazer isso e se converteu por méritos próprios no melhor jogo de habilidade do ano.


Flippy Knife

Teremos à nossa disposição mais de cem facas, espadas e serras que iremos desbloqueando pouco a pouco ao participar em diferentes provas, que vão desde desviar de obstáculos até acertar um alvo em movimento. Uma forma que funciona graças às sensações que proporciona o controle baseado na realização de gestos tácteis onde a força e a distância dos mesmos devem ser medidas até o último milímetro.

Review na Uptodown

Melhor RPG

Lionheart: Dark Moon – Melhor RPG

Um RPG de combates por turnos pode ser o enésimo jogo meia boca para Android ou o sucesso da temporada. Tudo depende dos elementos com os quais se tempera. Nem todo mundo tem uma grande licença para usar em sua obra como faz Star Wars: Galaxy of Heroes. Por isso Lionheart: Dark Moon aposta num aspecto artístico impressionante que nada deve a qualquer grande superprodução do gênero proveniente de algum estúdio de renome.


Lionheart: Dark Moon

No jogo não há apenas elementos externos e tudo está centrado nos confrontos através dos distintos modos de jogo disponíveis. Encontraremos mais de 100 personagens selecionáveis para compor nosso trio de heróis. Felizmente, podemos tanto selecionar a unidade alvo do rival como o momento em que queremos lançar habilidades (a automatização é uma faca de dois gumes). Se a um sistema de jogo profundo e divertido adicionarmos uns gráficos e animações que dá gosto contemplar, não falta nada mais para lança-lo como melhor RPG para Android do ano.

Review na Uptodown

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here