O jogo da Lilith Games teve um eterno soft launch ao longo de 2018. Rise of Civilizations é um jogo de estratégia em tempo real old school, herdeiro dos velhos títulos da época das cavernas como Travian. Isto é, construção de edificações em tempo real, ataque e defesa de castelos contra vizinhos do mapa e microgestão de milhões de quests diárias até cansar. O que torna este jogo especial é a estética, se aproximando de certo modo aos padrões estéticos de coisas como a saga Civilization.

Temos oito civilizações para escolher no início, cada uma delas com seus próprios bônus especiais, uma tropa única e um personagem histórico como líder. Alemanha, China, Reino Unido, Espanha, França, Tailândia, Itália e Japão são os países selecionáveis. A partir daí nos veremos imersos em um constante tutorial guiado no qual teremos dezenas de tarefas a cumprir diariamente: subir nível de edificações, criar tropas, coletar recursos, acabar com os bárbaros do mapa ou encontrar locais especiais são algumas dessas tarefas.

Advertisement

Não chega a ser um problema para quem está familiarizado com a mecânica, mas a quantidade de missões e requisitos é tão grande que na maioria do tempo estaremos navegando pelos menus enquanto completamos todas as tarefas. Por sorte, após passarmos vários dias jogando e passando pelas eras históricas, as coisas irão melhorando e se complicando quando outros jogadores aparecem e precisamos fazer alianças.

Uma vez que as opções se expandam e nos coloquemos a explorar o mapa do mundo, tudo faz sentido. Qualquer ação se realiza em tempo real, então chegar a um ponto distante pode levar horas. Isto também significa que para o caso de atacarem nossa aldeia, vamos ter tempo de nos preparar para defender.

A partir daí já entramos no terreno da participação em grupos e a gestão mais profunda de nossas tropas. Os heróis que vamos recrutando terão sua própria árvore de habilidades, assim como diversos efeitos permanentes que afetam tanto o combate como a própria cidade. A sábia escolha de tipos de unidades para cada situação, o controle de zonas de extração de recursos e vigilância das rotas comerciais será nosso pão de cada dia quando começarmos a entrar no endgame.

Desde 21 de setembro Rise of Civilizations está disponível globalmente para iOS e Android. Ainda, os últimos patches lançados oferecem um bônus de experiência para dar um empurrãozinho nos servidores recém-abertos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here