Super Senso quer ser o novo fenômeno dos PvP para dispositivos móveis

Super Senso é um espetacular jogo de estratégia por turnos que quer levar a magia de jogos como Advance Wars e XCOM aos eSports para dispositivos móveis.

Nos acostumamos a que os jogos de PvP sigam um padrão muito similar quanto à jogabilidade. Um caminho criado por Hearthstone, Clash Royale e outros jogos nessa linhagem que muitos simplesmente se limitaram a seguir com leves mudanças para diferenciar-se dos originais. O problema está no fato dessas modificações não serem determinantes o suficiente para nós. Por sorte, sempre há obras que tentam romper os paradigmas como faz Super Senso, um jogo competitivo diferente do resto e que quer roubar o trono dos PvP para dispositivos móveis.

Super Senso

Advance Wars condensado em partidas online de 5 minutos

Quando começamos a jogar Super Senso temos certa sensação de déja vu. Combater em mapas quadriculados onde deslocamos nossas unidades nos leva a autênticos dinossauros como xadrez. Mas se nos centrarmos no mundinho do ócio interativo há um título que vem logo em mente: Advance Wars. O clássico da Nintendo é fonte de inspiração para Super Senso, mas por sorte o jogo da Turbo Studios soube se marcar com ideias próprias pensadas exclusivamente com jogos para dispositivos móveis.

O objetivo de Super Senso é destruir a base rival, de nome “Senso-Portal”, enquanto evitamos que a nossa pereça ante o inimigo. Tudo isso movendo unidades e lançando “habilidades” no campo de batalha que já tenhamos incluído previamente em nosso deck. Até aqui não há muita diferença em relação a Clash Royale e similares, mas Super Senso se distancia do resto graças ao seu grande componente estratégico que o aproxima mais de obras como XCOM, Fire Emblem ou Advance Wars. Algo que notaremos desde o início com os mapas de 11×9 quadrados onde teremos que vencer.

Super Senso

Lançar cartas e tentar acabar rapidamente com a base inimiga provavelmente nos levará à derrota. Cada ação que realizemos deve ser bem pensada e temos um bom tempo em nossos turnos para poder executar. Assim, tampouco podemos esquecer que as partidas têm duração máxima de 5 minutos. Sempre começaremos com uma unidade especial chamada “Senso” que é um mecha (meca) gigante com muito mais poder que o resto das cartas e também contaremos com duas construções que poderão ser vitais na hora de acabar com o inimigo. Tudo bem que só ganharemos destruindo a base inimiga, mas isso pode ser feito de modo indireto ao encher a barra de combos destruindo unidades ou construções do oponente. Ao final de nosso turno infligiremos dano ao Senso-Portal dependendo do quanto ela esteja cheia. Muita atenção a isso, pois será vital para cada partida que jogarmos.

Levando a estratégia por turnos ao mundo dos eSports

Apesar de ninguém duvidar de que em jogos como Clash Royale a estratégia seja fundamental para vencer, o estilo de jogo rápido e agressivo dos últimos instantes de suas partidas pouco tem a ver com Super Senso. Já falamos sobre a importância de cada ação que efetuamos, mas de igual importância é a confecção de nosso deck devido à particularidade de cada uma das cartas. Temos personagens de todo tipo e será necessário nos adaptarmos bem a cada partida para obter a vitória. Exemplo disso será o uso de unidades à distância, aquelas com mais força ou de nosso próprio Senso devido ao seu poder destruidor. E olhe, podemos escolher dentre vários Senso, como já é norma, cada um tem habilidades próprias.

Super Senso

Esta forte carga estratégica o converte num título único em sua espécie, algo que foi o objetivo de Turbo Studios desde que se puseram a desenvolver o jogo em 2013. Mas isso não impede que não recorra aos traços tradicionais dos jogos para dispositivos móveis: subida de nível de cartas, caixas com conteúdo aleatório e a típica loja. Esta familiaridade é positiva para o novo jogador que se ponha a jogá-lo, algo necessário para criar comunidade e tentar chegar ao olimpo dos PvP online. Em uma entrevista com Venture Beat, Yoshei Ishii, o CEO da Turbo Studios declarou que sua gênese é “levar o mundo dos eSports a dispositivos móveis e não uma versão diluída do jogo competitivo, mas sim algo cuja melhor experiência seja para dispositivos móveis”.

Este pensamento fez que as partidas fossem limitadas a no máximo 5 minutos, mas sem descuidar outros aspectos que fazem Super Senso brilhar. Um dos mais destacados é seu excelente aspecto visual. O diretor de design do jogo, Richard Liu, quis dar um toque especial a esta obra e por isso os designs low-poly das unidades lembram modelos de papel. E não só quanto aos personagens, mas os cenários também nos recordam minuciosos trabalhos de origami. Um look que enfatiza polígonos de maneira muito refinada e chamativa. Este excelente trabalho no audiovisual é outra das características que querem fazer subir o nível no mundo dos jogos para dispositivos móveis. Especialmente no terreno do esporte eletrônico.

Conseguirá o sucesso de Hearthstone ou Clash Royale?

Super Senso não quer se conformar com ser “mais um jogo”. Seu objetivo é chegar a ter a popularidade de obras como Clash Royale ou Hearthstone e por isso estão há muito tempo testando. Não só para tentar oferecer o melhor produto possível, mas sim para que o matchmaking tente ser o mais justo e que o equilíbrio de suas unidades seja muito adequada para que os jogadores não sofram desde o princípio. Este longo tempo de testes fez que o jogo desse uns vai e vens bem curiosos.

Primeiro foi Nexon que obteve os direitos de lançamento de Super Senso devido à sua proposta promissora. O problema é que o título estava inicialmente planejado para ser lançado em 2016 e, como você já sabe, isso nunca acabou acontecendo. Assim, o gigante japonês GungHo Online adquiriu os direitos em 2016. Uma mudança bem interessante devido à longa tradição da cultura japonesa a respeito dos Mecha e à grande experiência que a empresa tem com este tipo de produto graças a Puzzle & Dragons. E mais, Yohei Ishii declarou que foi um grande acordo, especialmente à medida que avançavam para o lançamento global de Super Senso e já se planeja incorporar mais eventos como torneios no futuro.

Super Senso

Já podemos curtir Super Senso em todo o mundo. Após seu lançamento na América do Norte em 27 de abril de 2017, só faltavam poucos territórios onde ainda não era possível jogar de forma oficial. Em 24 de janeiro de 2018 chegava por fim à Europa e à América do Sul, e assim já pudemos jogar um pouco. É um jogo tremendo que tem tudo para triunfar graças ao grande trabalho investido nele. Tomara que chegue às cotas de excelência que se propuseram e motivos não faltam para isso devido à grande equipe que forma a Turbo e que trabalharam em outros jogos como Eve Online, League of Legends, Clash Royale e Battlefield. Jogos de robôs nunca são demais e é com isso que reluz Super Senso.

Super Senso

Super Senso para Android na Uptodown [APK] | Baixar

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here