Games Workshop distribuiu em 40 anos uma variedade lúdica que vai muito além dos wargames de tabuleiro. Seus profundos mundos –Fantasy, 40K ou icônicos jogos de especialista como Mordheim ou Blood Bowl– foram base para vários jogos de tabuleiro, livros, quadrinhos e, obviamente, jogos. Embora seja complicado abarcar toda a produção existente, vamos tentar reunir todos os jogos free-to-play para Android baseados nas distintas ramificações do universo Warhammer. É a Id colocando as minis na zona de lançamento.

Jogos de Warhammer Fantasy

O setting por antonomásia. Embora a companhia tenha dado seus primeiros passos em 1875, não foi até 83 quando se lançou a primeira versão oficial de Warhammer Fantasy Battles com miniaturas e plano de fundo próprio, onde enormes exércitos lutam pelo domínio do Velho Mundo. Sua pitoresca fantasia épica, muito mais permissiva que outras ambientações, inclui num mesmo universo vampiros, elfos, goblins e divindades lovecractianas do caos.

Nos dias de hoje, esta ambientação vive tempos complicados, após ter deixado por terra grandes partes das individualidades que acompanharam a marca nos últimos anos: a última edição de Warhammer Fantasy, subtitulada como Age of Sigmar, dá protagonismo a novas tropas e ambientações que são amadas e odiadas igualmente por fãs. Nem todo mundo tolera isso de ver orcs de armadura completa e fuzileiros espaciais do medieval banhados em ouro num cenário agora muito mais clássico. Neste novo ponto de partida se ambientam a maioria dos jogos contemporâneos.

Warhammer Age of Sigmar: Realm War

Aqui sem dúvidas tiraram umas ideias de Clash Royale. Quer dizer, enfrentamentos rápidos online de até 5 minutos onde devemos acabar com o general inimigo ou sua construção principal. Para isso, lançaremos unidades a partir de um deck de cartas com um custo e cooldown específicos. Simples, rápido e de fácil entrada para os novatos. [Baixar]

Warhammer Realm War screenshot

Warhammer Age of Sigmar: Champions

AoS: Champions é a versão digital de Age of Sigmar Trading Card Game. O interessante do assunto é que a versão física do jogo está integrada diretamente com a digital, assim cada carta ‘real’ que consigamos poderá ser conseguida mediante um código no jogo virtual. A respeito das mecânicas, o mais original é o fato das cartas possuírem distintos efeitos ao longo do tempo à medida que vamos dando giros de 90 graus. [Baixar]

Warhammer Champions screenshots

Warhammer: Domwheel

A roda da morte dos Skavens é um veículo tão particular que por si só já pode protagonizar um jogo. Estamos ante um runner onde teremos que atropelar todos os inimigos que apareçam pelo caminho. À medida que superemos fases, poderemos melhorar os aspectos de nossa DoomWheel. Um pequeno descanso ante tanta mecânica cansativa.

Warhammer: Chaos and Conquest

O último a chegar é um herdeiro dos browser games tradicionais (muito obrigado Ogame e Travian por esses anos perdidos). Neste caso, controlaremos um exército do caos em sua constante disputa com outras fortalezas inimigas. Um MMO deses de colocar despertador para a madrugada porque vão te atacar e você precisa otimizar bem seus tempos. Seja de Tzeetch ou Slaanesh você terá o sangue do velho mundo. [Baixar]

Jogos de Warhammer 40.000

Games Workshop lançou a primeira edição de 40k em 1987, quatro anos depois de Fantasy e inspirando-se fortemente neste para adaptar o lore à estética futurista do 41º milênio. Tentaram adaptar os exércitos clássicos a este novo padrão, sendo a imagem do fuzileiro espacial a figura de referência conhecida por todos.

Apesar de que com os anos ambos os settings tenham se assemelhado cada vez mais, 40k (conhecido no princípio como Rogue Trader) estava mais focado no RPG. Aquelas raízes foram retomadas com os anos graças a The Horus Heresy, um capítulo extra dentro de sua ambientação que quase dá para ser considerado independente, como mostram os muitos jogos que se centram nele.

Warhammer 40.000: Space Wolf

Os lobos espaciais são um dos capítulos mais carismáticos do universo 40k, que tampouco era muito complicado. Neste caso, as mecânicas possuem um desenvolvimento próprio de um jogo de mesa tático além de um wargame tradicional. Moveremos nossas tropas por cenários distribuídos em quadriculados, tendo uma quantidade de ações limitadas por turno. Para realizar, dispomos de um deck de cartas com efeitos diversos associados a nossos personagens, os quais ainda terão melhoradas suas aptidões à medida que superam missões. [Baixar]

Warhammer 40.000: Free Blade

Os cavaleiros imperiais são os novos seres mecânicos do universo Warhammer no meio do caminho entre os Titãs e os icônicos Dreadnought. Este jogo de ação os tem como protagonistas, girando as missões em combates on rails onde teremos que indicar nossos objetivos para atacar com um poder de fogo exagerado. [Baixar]

The Horus Heresy: Legions

A Heresia de Hórus é um período histórico dentro da cronologia de Warhammer 40k com personalidade própria. Neste caso, e ao contrário de AoS: Champions, o sistema de jogo é muito mais familiar para os aficionados pelos TCG, mais um filho bastardo de Magic The Gathering e Hearthstone com barrocos mercenários imperiais como protagonistas. [Baixar]

The Horus Heresy: Drop Assault

Se o mencionado Realm War recorre aos cânones de Clash Royale, Drop assault faz o mesmo com Clash of Clans. Após escolher afinidade com o Imperador ou com os Insurgentes de Hórus, teremos que criar e fortificar nossas bases de operações, atacar as dos rivais e nos defender enquanto os outros nos atacam. O de sempre, mas com Adeptus Mechanicus e motocicletas. [Baixar]

Jogos de especialista

Dadas as enormes possibilidades dos dois grandes mundos criados por ames Workshop, se decidiu criar uma nova linha de produtos totalmente independentes que ampliaram o leque de seu negócio. Aí nasceram maravilhas como Necromunda, Mordheimm Blood Bowl, além d títulos que seguem até hoje dando guerra como Warhammer uest, Talisman e Space Hulk.

Mordheim: Warband

Todos adoramos Mordheim, um dos jogos de especialista mais reavaliados e com maior personalidade dentro da variante Fantasy. Guerras de grupos na cidade dos condenados são o substrato ideal para levar tudo ao homônimo digital. Warband faz isso mantendo intacta a estética das miniaturas originais e propondo difíceis combates por turnos onde a morte permanente é uma constante. [Baixar]

Blood Bowl: Kerrunch

Não sabemos quem pensou em mesclar Warhammer Fantasy com Rugby e Futebol Americano (bem, na verdade sabemos, foi Jervis Johnson), mas o certo é que acertou em cheio como podemos ver nos mais de 30 anos de continuidade e reedições. Esta adaptação foi desenvolvida por Cyanide, que já levaram a marca a PC um par de vezes. Nesta versão em miniatura participaremos de combates por turnos de 5vs5 onde o posicionamento das unidades é a chave para pontuar. Bem, isso e deixar inconsciente o maior número possível de oponentes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here